Viramos pais e agora?

Viramos pais e agora?… é o primeiro post dessa nova área aqui do Blog, que vai ser dedicada ao nosso dia a dia como pais e como foi que nos vimos nessa posição. Se você está esperando seu primeiro filho, esse post é para você.

Como Foi?

Bom primeiro queria contar para vocês como decidimos abrir mão dos métodos contra conceptivos depois do casamento. Em uma conversa bem franca sobre respeito ao próximo e ao nosso próprio corpo, a Josi resolveu abrir mão dos tradicionais comprimidos que tomava desde os 15 anos para controlar o período menstrual, depois de tanto tempo tomando o remédio achamos que estava na hora de respeitar um pouco mais o corpo dela e compartilhar a decisão de engravidar, ou não, para os dois e não somente para ela. Com essa mudança na nossa rotina optamos por fazer a tal tabelinha, o que funcionou perfeitamente durante um ano inteiro.

A Josi estava no Rio, visitando a família dela, quando começou a suspeitar que algo estava diferente e quando ela voltou fez logo o teste de farmácia para ter certeza do que estava por vir. Quando nos encontramos, ela entrou no carro e disse: “– Fiz o teste de gravidez” Foi involuntário a reposta: “– ah que isso deu negativo, a gente ta craque na tabelinha“. Ela me olhou e disse, deu positivo.

teste-clear-blue-paternidade-e-agora-nacozinhasozinho

Na hora ela começou a chorar e eu comecei a rir, afinal ser pai é algo que eu sempre desejei, fomos pra casa e compramos mais 2 testes de farmácia de marcas mais confiáveis para confirmar essa notícia que mudou a nossa vida.

Pra você saber:

  1. Pra você que vai ser pai, não precisa arrancar os cabelos, a gravidez tem muitos mitos que não são verdade, outros são, a melhor dica que eu posso te dar é sempre bater um papo aberto com a sua esposa sobre o que são desejos e o que são vontades.
  2. Seu filho não precisa do melhor carrinho e nem das roupas mais caras, quando você segurar ele na maternidade, você vai descobrir que o que eles realmente precisam é de você, por isso economize a grana para quando realmente você precisar.
  3. Não dê ouvidos as histórias horripilantes das noites mal dormidas, das crianças malcriadas, do sangue na hora do parto, você pode ser tão sortudo quanto eu e não ter nenhuma dessas crises.
  4. A cesária é super tranquilo, o quarto não fica com cheiro de sangue ou churrasco e você não vai ver sangue jorrando como se fosse filme de terror, por isso controle seus nervos e esteja lá, a sua parceira e seu filho vão querer ver você.
  5. Converse com o obstetra de vocês, ele será seu melhor amigo.
  6. Procure uma excelente pediatra, ela será seu anjo da guarda no primeiro ano, você vai ligar pra ela durante a prisão de ventre, a primeira queda de cabeça, a primeira febre.
  7. Abuse do chá de bebê para dar uma economizada com fraldas, no nosso caso fizemos o chá e até hoje (1 ano depois) não gastamos com isso, ao todo utilizamos:
  • 21 pacotes de lenço umedecidos
  • 2 pacotes de fralda recém nascido
  • 56 fraldas P
  • 918 fraldas M

Viramos pais e agora?

Viramos pais e agora? Agora a vida continua gente, aqui em casa a nossa rotina mudou muito pouco com a vinda da Cecília, foram 9 meses muito tranquilos esperando e planejando e depois que ela nasceu continuamos a viver, ver nossos amigos, ir no shopping e mercado, nada muda se vocês não encanarem. Por isso aproveitem cada minuto e deixem para se preocuparem quando vier o momento.

fraldas-paternidade-e-agora-nacozinhasozinho

Outros posts bem legais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *